Cloverfield – Monstro*

Horror show

Horror show

Atenção: se você é daqueles que não gosta de filmes onde parece que a câmera se mexe o tempo todo, não assista a Cloverfield – Monstro (Cloverfield – 2008), ou prepare-se para ficar muito tonto. A história parece simples: um monstro provoca o caos em Manhattan. A diferença é que você assiste a isso através da lente de um cinegrafista amador. Isso significa cair, levantar, olhar para o alto, para baixo, como ele. Pode se dizer que o filme é o filho de Bruxa de Blair e Godzilla. Uma boa mistura, aliás.

Por ser feito com esse tipo de filmagem, Cloverfield – Monstro passa uma aterrorizadora sensação de impotência. Afinal, você só vê o que o câmera, Hud (T.J. Miller), vê. Não é a visão do herói que mata o monstro ou do militar que planeja várias estratégias de ataque. É a visão do civil, que poderia ser você.

Pelo fato da produção ficar a cargo de J.J. Abrams, o mesmo de Lost, especula-se que existam conexões entre o filme e a série. Uma prova é a tela de início de Cloverfield – Monstro. O que aparece nessa tela? Só assistindo para saber.

Horror. EUA, 2008, 85 min. R$ 29,90.

*Publicado em Diário de Santa Maria, sábado e domingo, 25 e 26 de outubro de 2008.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s