Ciclo rock!

Cineclube Lanterninha
Projeto Cultural CESMA -Santa Maria/RS – desde 1978
Filiado ao CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros

01/07 – Woodstock – Direção Michael Wadleigh, 1969 parte 1
Woodstock é um documentário, lançado em 1970, sobre o lendário festival de mesmo nome, que aconteceu em 69 e se tornou ícone do movimento hippie e da contracultura. Dirigido por Michael Wadleigh, editado por Martin Scorsese e Thelma Schoonmaker, entre outros, Woodstock venceu o Oscar de “Melhor Documentário” e foi indicado ao Oscar de “Melhor Trilha-Sonora” e “Melhor Edição”. Em 1994, foi lançada a versão oficial do diretor, expandida para 225 minutos.

08/07 – Woodstock – Direção Michael Wadleigh, 1969 parte 2
Segunda e última parte do documentário Woodstock.

15/07 – Hair – Direção Milos Forman, 1979
Recriada por Milos Forman, diretor vencedor do Oscar, e pelo roteirista Michael Weller, esta versão para o cinema do fenômeno da Broadway se classifica “entre os melhores musicais de todos os tempos” (The Hollywood Reporter). Recém-chegado do interior, Claude Bukowski (John Savage) chega à Nova Iorque onde pretende se alistar para a guerra do Vietnã. Lá ele conhece um grupo de hippies no Central Park e se apaixona pela bela Sheila (Beverly D’Angelo). Claude fica amigo de Berger, o líder pacifista dos hippies (Treat Williams), que o convida para irem de penetras à festa de Sheila e lá declarar seu amor. Claude vai parar na cadeia, depois no lago do Central Park e por fim no exército. Mas o esforço final de Berger para salvar o amigo do Vietnã acaba dando margem a uma surpresa do destino com conseqüências chocantes.

22/07 – Control – Direção Anton Korbijn, 2007
A vida de Ian Curtis, o genial vocalista e líder de uma das maiores bandas dos anos 80, Joy Division, virou filme, nas mãos do diretor Anton Corbijn. O longa-metragem é baseado no livro “Touching From a Distance”, da viúva de Ian, Deborah Curtis e conta uma versão particular tanto na carreira quanto na vida pessoal do músico. O filme mostra que Curtis (Sam Riley) teve uma trajetória curta e intensa. Ficou famoso por seu talento de letrista e por suas performances épicas à frente da banda. Sofrendo com os ataques de epilepsia, sem saber como lidar com o seu talento e dividido entre o amor por sua mulher Debbie (Samantha Morton) e sua filha, e um caso extraconjugal com a jornalista belga Annik Honoré (Alexandra Maria Lara), se enforcou.

29/07 – Show com a banda OutHouse com
intervenções audiovisuais projetadas no telão (imagens ligadas ao Rock’n’Roll)

+ exposição fotográfica : Estela Fonseca e Marcelo Cabala
+ banca de camisetas e cds ( Cesma in Blues ) no hall do Auditório
———-

Cineclubismo

Debates e sessões – quartas-feiras – 19 horas – entrada gratuita
Auditório João Miguel de Souza – Centro Cultural Cesma – 3º andar
Rua Professor Braga, 55 – Centro – Santa Maria / RS
cineclubelanterninhaurelio@gmail.com

http://www.cineclubelanterninhaaurelio.blogspot.com
Telefone – 55 3221 9165 – 3222 8544

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s