Para Lila

Ela sentava comigo na cadeira de balanço. Eu ficava ouvindo os barulhos da barriga dela. Tinha um lugar marcado no sofá porque precisava da luz do Sol pra costurar (mas acredito que gostava mesmo era de ficar perto da janela e espiar as plantas que cuidava tanto). Fazia vestidinhos bordados e com rendinhas pras minhas bonecas.  Também fazia bonecas. Também fazia pijamas com estampas coloridas pra mim e pro meu irmão. Ficou o gosto pelos botões, alfinetes e tecidos. E pelas flores, pelos passarinhos e por erva doce. Ficou o cheiro de creme Palmolive, o batom rosa de beijo de marquinha e as unhas lixadas redondas. Ficou um buraco, um vazio, uma falta. Ela se foi em um dia cinza em meio aos dias cheios de Sol de setembro. Vó, a mãe tem cuidado do pátio e os passarinhos adoram. Lembro de ti quando vejo os beija-flores pela janela. Sim, beija-flores. Acredita? Ontem comi bolo com erva doce e ouvi aquela do Pink Floyd que diz várias vezes “how I wish you were here”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s